ARQUIVO "X" DE ELLEN G. WHITE
Neste espaço estamos apresentando fatos sobre a vida de Ellen G. White que são desconhecidos da maioria dos professos adventistas, e que são por si só,  constrangedores para Corporação Adventistas que tem procurado negá-los para dar sustentabilidade ao ministério profético de Ellen G. White. Que fatos são esses? Visão espírita, dom de língua estranha, maçonaria, racismo, contradições, plágio etc. 
Nosso objetivo principal é que cada internauta possa ter acesso a todos os fatos como eles realmente se apresentam, para que possam fazer uma analise clara do ministério de Ellen G White, da postura da Corporação Adventista no passado e na atualidade, em relação a ela e seus escritos.
Queremos deixar claro que não somos contra Ellen G White ou a Corporação Adventista e sim a favor da verdade.

Os Editores

 
 

  A Mentira Branca
Esta obra que foi publicada nos EUA em 1982 desmascarou a ficção profética inventada acerca da pessoa de Ellen White, considerada uma profetisa de Deus. Nestas páginas o Pr. Rea prova que os escritos de Ellen White, especialmente aqueles em que ela diz ter recebido do Espírito Santo ou de um Anjo, não passaram de cópias ipsis literis de vários outros autores. Até mesmo a organização e a estrutura de capítulos e subtópicos foi descaradamente copiada.
Foi por causa desta obra que a Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD) foi pressionada a mandar produzir o Veltmant Report (1), onde reconhece  o plágio indevido e desonesto nas obras “inspiradas” de Ellen White. Leia aqui
 
 

  O Sonho Espírita de Ellen White
Ela "conversou" com "Tiago White" depois de morto e repetiu o erro do rei Saul, ouvindo conselhos do inimigo de Deus como se fossem uma mensagem inspirada, vinda através de um defunto. Como não há registro de que tenha se arrependido por isso, não é de se estranhar que para a reunião de 1888 da Conferência Geral, Deus já houvesse escolhido novos mensageiros.
Numa carta enviada a seu filho W. C. White em 12 de setembro de 1881 e arquivada pelo White Estate, Ellen G. White afirma que estivera clamando ao Senhor por alguns dias em busca de luz com respeito a seu dever, logo após a morte de seu marido. Certa noite, teve um sonho espiritualista, cuja origem ela atribuiu a Deus e acreditou que houvesse ocorrido em resposta às suas orações! Leia aqui
 
 

  O Obelisco Maçônico No Tumulo de Ellen G. White
Na Bíblia, o obelisco é apresentado como colunas ou postes idolos, que eram utilizados na adoração a Baal. Relata o velho testamento que os sacerdotes do Senhor mataram aos adoradores de Baal por ordem de Deus e seus obeliscos foram destruídos: 4 "Veja 2 Reis 10:26) Veja também 1 Reis 14:23; Isaias 17:8 e etc.
O obelisco aparece no jazigo White. Não sabemos que tipo de envolvimento, se é que houve,  que Ellen G. White teve na seleção do obelisco, nem sabemos se Ellen White, inclusive, entendia alguma coisa sobre a história ou o significado do símbolo. Agora... que é no mínimo algo muito intrigante, um obelisco no memorial do túmulo da família White, isso é!!! Leia aqui.
 
 

  Ellen White e o Casamento Inter-racial
Amados leitores; eis mais um tema bastante polêmico; isso, devido a certas declarações de  Srª. Ellen G. White. Sim; como o título já diz, estamos falando das orientações onde ela cita os negros ou a raça negra. Seus escritos foram preconceituosos? Sim? Não? Tais afirmações vieram mesmo de Deus? Estavam em sintonia com a Bíblia? Será que as declarações da Sra. White foram realmente como alegam alguns teólogos, para “proteger” a raça negra do racismo; ou apenas para alimentá-lo ainda mais? Seriam estas declarações “só para aquele tempo”?
Leia aqui
 
 

  "Amálgama de Homem e Besta". O Que Ellen White Quis Dizer?
Este artigo examinará a polêmica declaração da Sra. Ellen G. White sobre ter ocorrido no passado "amálgama de homem e besta" dando origem a raças inferiores tanto de homens quanto de animais, segundo a perspectiva de dois pesquisadores adventistas de renome na área de Biologia, autores de livros e vários artigos sobre Ciência e Religião: Dr. Frank L. Marsh e Dr. Harold W. Clark
Leia aqui
 
 

  O Que a Sra. White Pensava Sobre os Teólogos
Muitos julgam ser essencial ... adquirir amplos conhecimentos dos escritos históricos e teológicos. Supõem que esse conhecimento lhes será de utilidade no ensino do evangelho. Mas seu laborioso estudo das opiniões dos homens tende a enfraquecer-lhes o ministério, em vez de fortalecê-lo. Quando vejo bibliotecas cheias de alentados volumes de ... Teologia, penso: Por que gastar dinheiro naquilo que não é pão? O sexto capítulo de João nos diz mais do que se pode encontrar em tais obras. Cristo diz: "Eu sou o pão da vida; Aquele que vem a Mim não terá fome; e quem crê em Mim nunca terá sede. Eu sou o pão vivo que desceu do Céu; se alguém comer desse pão, viverá para sempre. ... . As palavras que Eu vos disse são Espírito e vida." João 6:35, 51, 47 e 63. -- A Ciência do Bom Viver, pág. 441.
Leia aqui