O amor muda tudo. Por exemplo, uma moça estava lendo um livro grande para seu Curso de Letras na Universidade. Ela o achou todo muito chato e mal conseguia manter o foco quando o lia. Mas então ela conheceu um jovem e notável professor no campus, e eles rapidamente se apaixonaram. Logo depois, ela percebeu que seu amado era o autor do livro que ela tinha detestado ler. Naquela noite, ela ficou acordada e devorou todo o livro exclamando: “Este é o melhor livro que já li!” O que mudou a sua perspectiva? O amor. Da mesma forma, muitos hoje em dia acham a Escritura tediosa, opressiva e pouco atraente. Mas tudo isso muda quando você se apaixona pelo autor. Veja como aquecer o coração neste Guia de Estudo!

1. Quem é o autor das Escrituras?

“inquiririam e indagaram diligentemente os profetas , … qual o tempo ou qual a ocasião que o Espírito de Cristo que estava neles indicava, ao predizer os sofrimentos que a Cristo haviam de vir, e a glória que se lhes havia de seguir” (1 Pedro 1:10-11).

R: O Deus da Bíblia (mesmo o Velho Testamento) é praticamente sempre Jesus Cristo. Jesus criou o mundo (João 1:1-3, 14; Colossenses 1:13-17), escreveu os Dez Mandamentos (Neemias 9:6, 13), era o Deus dos israelitas (1 Coríntios 10:1-4) e orientou os escritos dos profetas (1 Pedro 1:10, 11). Então, Jesus Cristo é o autor das Escrituras.

2. Qual é a atitude de Jesus para com o povo da terra?

“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3:16).

R: Jesus ama a todos nós com um indescritível e infalível amor, que excede todo entendimento.

3. Por que devemos amar a Jesus?

“Nós amamos porque Ele nos amou primeiro” (1 João 4:19). “Quando éramos ainda pecadores, Cristo morreu por nós” (Romanos 5:8).

R: Devemos amá-Lo, porque Ele nos amou o suficiente para morrer por nós – quando ainda éramos Seus inimigos.

4. Em que aspectos se assemelham o matrimônio e a vida cristã?

“e qualquer coisa que lhe pedirmos, dele a receberemos, porque guardamos os seus mandamentos, e fazemos o que é agradável à sua vista” (1 João 3:22).

R: Em um bom casamento certas coisas são um imperativo, como a fidelidade ao cônjuge. Outras coisas podem não parecer importantes,
Mas se elas agradam o cônjuge, são necessárias. Se desagradam, devem ser descontinuadas. Assim é com a vida cristã. Os mandamentos de Jesus são imperativos. Mas nas Escrituras Jesus também traçou para nós princípios de conduta que Lhe agradam. Como em um bom casamento, a pura alegria cristã se encontra em fazer aquilo que faz a Jesus, a quem se ama, feliz e também evitar fazer coisas que O desagradam.

5. O que diz Jesus sobre o resultado de se fazer a Sua vontade?

“Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor … Estas coisas vos tenho dito, para que o meu gozo permaneça em vós, e o vosso gozo seja completo” (João 15:10-11).

R: O diabo Afirma que seguir princípios cristãos é monótono, maçante, humilhante, e legalista. Mas Jesus diz que seguir esses princípios traz plenitude de alegria (João 15:10, 11) e uma vida mais abundante (João 10:10). Acreditar nas mentiras do diabo traz dores e priva as pessoas da vida que é “Realmente vida”.

6. Por que Jesus nos dá princípios específicos para a vida cristã?

R: Porque eles:

A. São sempre para o nosso próprio bem (Deuteronômio 06:24). Como bons pais ensinam bons princípios aos filhos, assim Jesus ensina bons princípios aos seus filhos.

B. São para nós, uma salvaguarda do pecado (Salmos 119:11). Os princípios de Jesus nos protegem de entrar nas zonas de perigo de Satanás e do pecado.

C. Nos mostram como seguir os passos de Cristo (1 Pedro 2:21).

D. Nos trazem a verdadeira felicidade (João 13:17).

E. Nos dão a oportunidade de expressar nosso amor por Ele (João 15:10).

F. Nos ajudam a ser um bom exemplo para os outros (1 Coríntios 10:31-33, Mateus 5:16).

7. De acordo com Jesus, como os cristãos devem se relacionar com o mal do mundo e o mundanismo?

R: Seus mandamentos e conselhos são claros e específicos:

A. Não ameis o mundo nem as coisas do mundo. As coisas do mundo que não são de Deus são: (1) a concupiscência da carne (2), a concupiscência dos olhos, e (3) o orgulho da vida (1 João 2:16). Todo pecado cai em uma ou mais dessas três categorias. Satanás usa estas três avenidas para nos atrair ao amor do mundo. Quando eu começo a amar o mundo, eu me torno um inimigo de Deus (1 João 2:15, 16; Tiago 4:4).

B. Devo guardar-me da corrupção do mundo (Tiago 1:27).

8. Que aviso urgente Deus nos dá em relação ao mundo?

R: Jesus alerta os cristãos, “Não vos conformeis com este mundo”. Romanos 12:2. A tradução Phillips diz: “Não deixe o mundo ao seu redor colocá-lo em seu próprio molde”*. O diabo não é neutro. Ele pressiona cada cristão constantemente. Através de Jesus (Filipenses 4:13), devo resistir firmemente às sugestões do diabo, e ele fugirá de mim (Tiago 4:7). No minuto em que permito a “pressão” de qualquer outro fator a influenciar minha conduta, eu começo a deslizar imperceptivelmente para a apostasia. O comportamento cristão não é para ser decidido pelos sentimentos e comportamento da maioria, mas pelas palavras de Jesus a partir da Escritura.

* Edição Revisada por JB Phillips.

9. Por que precisamos guardar nossos pensamentos?

“Porque, como imaginou no seu coração, assim é ele” (Provérbios 23:7).

R: Temos que guardar nossos pensamentos, porque os pensamentos determinam o comportamento. Deus quer nos ajudar a trazer “cativo todo pensamento à obediência de Cristo” (2 Coríntios 10:5). Mas Satanás quer desesperadamente trazer o “mundo” para nossos pensamentos. Ele pode fazer isso através de nossos cinco sentidos – especialmente a visão e a audição. Ele pressiona suas imagens e sons sobre todos nós e, a menos que consistentemente nos recusemos a olhar ou ouvir o que ele nos oferece, ele vai nos direcionar para o caminho largo que leva à destruição. A Bíblia é clara. Nós nos tornamos como as coisas que, repetidamente, vemos e ouvimos (2 Coríntios 3:18).

10. Quais são os princípios para a vida cristã?

“Tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai” (Filipenses 4:8).

R: Os cristãos devem separar-se de todas as coisas que não sejam verdadeiras, honestas, justas, puras, amáveis e de boa fama. Eles vão evitar:

A. Desonestidade de toda espécie – enganos, mentiras, roubos, injustiças, intenção de enganar, calúnias e traições.

B. Impureza de toda espécie. Isso inclui a fornicação, adultério, incesto, homossexualidade, perversão de todos os tipos, pornografia, conversa suja, piadas de mau gosto, a dança social, canções ou músicas degeneradas, e mais o que é mostrado na televisão e nos cinemas que não condizem a um cristão ver.

C. lugares onde nunca convidaríamos Jesus para nos acompanhar, como boates, bares, cassinos, hipódromos, etc

Vamos tomar alguns minutos para ampliar sobre os perigos da música popular, dança, televisão, vídeos e teatro.

Músicas e Canções

Muitos tipos de música secular (rap, country, pop, rock, heavy metal, contemporânea, dance music) têm sido amplamente capturadas por Satanás. As letras muitas vezes glorificam o vício e destroem o desejo por assuntos espirituais. Os pesquisadores descobriram algumas coisas interessantes sobre o poder da música:

(1) Ela entra no cérebro através das emoções, ignorando, assim, o poder de raciocínio.
(2) Ela afeta todas as funções do corpo.
(3) É possível que ela altere o pulso, respiração e reflexos, sem a pessoa perceber.
(4) Ritmos de dança sincopada alteram o humor e criam uma hipnose leve no ouvinte.

Mesmo sem letra, a música em si tem o poder de rebaixar os sentimentos, desejos e pensamentos de uma pessoa. Os músicos de rock secular admitem isso abertamente. O Líder dos Rolling Stones Mick Jagger disse: “Você consegue sentir a adrenalina passar pelo seu corpo. É um tipo de ato sexual” 1. John Oates do Hall and Oates afirmou que o “Rock ‘n’ Roll é 99% sexo” 2. Será que tal música agrada a Jesus? Pagãos convertidos nos dizem que as músicas das nossas modernas bandas seculares é o mesmo tipo de música que usavam na bruxaria e na adoração ao diabo! Pergunte-se: “Se Jesus viesse me visitar, qual música que eu me sentiria confortável e Lhe pediria para ouvir comigo?” Qualquer música que você não tenha certeza deve ser abandonada. Quando nos apaixonamos por Jesus, Ele muda nossos desejos musicais. “Pôs na minha boca um cântico novo, um hino ao nosso Deus; muitos verão isso e temerão, e confiarão no Senhor” (Salmos 40:3). Deus proveu para o Seu povo muito boa música que inspira, renova, eleva e fortalece a experiência cristã. Aqueles que aceitam a música degradante do diabo como um substituto estão perdendo uma das bênçãos da vida.

Dança

A Dança inevitavelmente conduz para longe de Jesus e da espiritualidade. Quando os israelitas dançaram ao redor do bezerro de ouro, eles se esqueceram de Deus (Êxodo 32:17-25). Quando a filha de Herodias dançou diante do ímpio rei Herodes, João Batista foi decapitado (Mateus 14:2-12). Observe estas estatísticas chocantes: Um padre católico em Nova York, disse que três quartos das garotas que confessaram o adultério com ele colocaram a culpa na dança. Outros padres disseram que três quartos é muito pouco, eles estimam que seja muito mais. Lembre-se, se Cristo pode participar de uma atividade com você, você está seguro. Se não, fique longe dela.

TV, Vídeos, e Teatro

Fazer as coisas que você assiste na televisão, nos vídeos ou no teatro te levam a um maior amor por Jesus, ou para o mundo? Será que essas coisas glorificam a Jesus, ou aos vícios satânicos? Em nossos dias, até os secularistas e os não-cristãos estão se manifestando contra muitas das produções de TV e cinema. Satanás tem capturado os olhos e os ouvidos de multidões e, como resultado, o mundo está rapidamente se transformando em uma fossa de imoralidade, crime, terror e desespero. Um estudo disse que sem TV “Haveria 10 mil mortes a menos por ano nos Estados Unidos, 70.000 estupros a menos e 700 mil assaltos a menos” 3. Jesus, que te ama, pede-lhe para tirar os olhos de Satanás
que é um manipulador de pensamentos, e coloque seus olhos sobre Ele. Ele diz: “Olhai para mim, e sereis salvos” (Isaías 45:22).

1. Newsweek, “Mick Jagger e o Futuro do Rock”, 04 de janeiro de 1971, p. 47.
2. Circus Magazine, 31 de janeiro de 1976, p. 39.
3. Newsweek, “Violence, Reel to Reel”, 11 dez 1995, p. 47.

11. Que lista clara Jesus nos dá que podemos usar como um guia para ver televisão?

“Qualquer um pode ver o tipo de comportamento que pertence à natureza inferior: fornicação, impureza, e indecência, idolatria e feitiçarias, contendas, brigas, um temperamento controverso, acessos de raiva, ambição, discórdias, dissensões, intrigas e invejas, bebedeiras, orgias e assim por diante. Eu o adverti, e o tenho avisado antes, que aqueles que se comportam assim nunca herdarão o reino de Deus. “Gálatas 5:19-21, NEB)*.

R: A Escritura é muito clara para ser incompreendida. Se uma família proibisse todos os programas de TV que exibem ou toleram qualquer um dos pecados acima, restaria muito pouco para assistir. Se Jesus viesse visitá-lo, quais programas de TV você se sintiria confortável pedindo-lhe para ver com você? Todos os outros shows são, provavelmente impróprio para visualização cristã. Tudo que você não assistiria com Ele são provavelmente impróprios para a visualização cristã.

12. Nestes dias de pensamentos determinados e independentes, muitos se sentem totalmente capazes de tomar decisões espirituais sem auxílio de ninguém, incluindo Jesus. O que Jesus disse sobre tais pessoas?

R: Ouça as declarações inequívocas de Jesus: “Não fareis conforme tudo o que hoje fazemos aqui, cada qual tudo o que bem lhe parece aos olhos” (Deuteronômio 12:8). “Há um caminho que ao homem parece direito, mas o fim dele conduz à morte” (Provérbios 16:25). “O caminho do insensato é reto aos seus olhos; mas o que dá ouvidos ao conselho é sábio” (Provérbios 12:15). “O que confia no seu próprio coração [mente] é insensato” (Provérbios 28:26).

13. Que solenes advertências Jesus nos dá sobre o exemplo e influência de nossas vidas?

“Mas qualquer que fizer tropeçar um destes pequeninos que creem em mim, melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma pedra de moinho, e se submergisse na profundeza do mar” (Mateus 18:6). Que ninguém ponha “tropeço ou escândalo ao irmão” (Romanos 14:13). “Porque nenhum de nós vive para si” (Romanos 14:7).

R: Todos nós esperamos que líderes, pessoas de influência, atletas famosos, e outras figuras conhecidas dêem bons exemplos e usem sua influência sabiamente – pagando a chamada “dívida com a sociedade”. Mas no mundo de hoje, somos muitas vezes desiludidos com as ações ofensivas e irresponsáveis de pessoas proeminentes. Jesus claramente afirma em Romanos 1:14 que os cristãos, que representam a Ele e ao Seu reino, de fato devem algo aos outros. E ele adverte solenemente que os cristãos, que desprezam a sua influência e exemplo, e assim esxtraviam pessoas, não entrarão no Seu reino.

14. Quais são os princípios de conduta de Jesus em matéria de roupas e jóias?

Resposta:
A. Vestir-se modestamente. Veja 1 Timóteo 2:9. Lembre-se que o mundo é trazido para nossas vidas através da concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida (1 João 2:16). Roupas indiscretas envolve todos os três e está fora dos limites para um cristão.

B. Deixar ornamentos e jóias de lado. “O orgulho da vida” é o grande problema aqui. Os seguidores de Jesus devem ser diferentes. Sua aparência testemunhas e leva luz para os outros (Mateus 5:16). Jóias chamam a atenção e o exaltam a si mesmo. Na Bíblia, é um símbolo de retrocesso e apostasia. Quando Jacó e sua família dedicaram suas vidas ao Senhor, eles enterraram suas jóias na terra (Gênesis 35:1, 2, 4). Quando os israelitas estavam prestes a entrar na terra prometida, o Senhor ordenou que removessem seus atavios (Êxodo 33:5, 6). Em Isaías, capítulo 3, Deus diz claramente que, ao usar jóias (pulseiras, anéis, brincos, etc, conforme listado nos versículos 19-23), o Seu povo estava pecando (vers. 9). Em Oséias 2:13, o Senhor diz que quando Israel O abandonou, eles começaram a usar jóias. Em 1 Timóteo 2:9 e 1 Pedro 3:3, Tanto Paulo como Pedro nos informam que o povo de Deus não se adorna com ouro, pérolas e vestidos custosos. Note que Pedro e Paulo falaram dos ornamentos que Deus quer que Seu povo vista: “Um espírito manso e tranqüilo” (1 Pedro 3:4) e “boas obras” (1 Timóteo 2:10). Jesus resume tudo simbolizando Sua verdadeira igreja em Apocalipse 12:1 como uma mulher pura vestida de sol (brilho de Jesus e justiça) e a igreja apóstata como uma prostituta adornada com ouro, pedras preciosas e pérolas (Apocalipse 17:3, 4). Deus pede ao seu povo que se apartem da Babilônia (Apocalipse 18:2-4) e de tudo o que ela significa – inclusive jóias que chamam a atenção para si – e vistam-se com a justiça de Jesus. Quando nos apaixonamos por Jesus, é uma alegria e prazer viver Seu estilo de vida.

15. Como conduta e obediência se relacionam com a salvação?

R: Obediência e conduta cristã são a prova, ou evidência, que fomos salvos por Jesus Cristo (Tiago 2.20-26). O fato da matéria é que a menos que haja uma mudança no estilo de vida após a conversão, a conversão muito provavelmente não era genuína. Uma pessoa convertida encontra sua maior alegria em descobrir a vontade de Jesus em tudo, e em alegremente seguir, o que Ele recomenda.

Cuidado com a idolatria

A primeira epístola de João fala de conduta cristã. Em (1 João 5:21), Jesus nos adverte através de Seu servo João para nos guardar dos ídolos. O Mestre está se referindo a qualquer coisa que interfira ou diminua o meu amor por Ele – como música, moda, posses, adornos, as formas más de entretenimento, etc. O fruto natural, ou resultado de uma verdadeira conversão é seguir a Jesus com alegria e adotar seu estilo de vida.

16. Devemos esperar que todos olhem com bons olhos o estilo de vida cristã?

R: Não. Jesus disse que as coisas de Deus são loucura para o homem natural, porque não se discernem espiritualmente (1 Coríntios 2:14). Quando Jesus se refere à conduta, Ele é quem estabelece os princípios para aqueles que buscam ser guiados pelo Espírito Santo. Seu povo agradecerá e alegremente seguirá Seus conselhos. Os outros podem não compreender ou aprovar.

17. Como é que uma pessoa que rejeita os padrões de Jesus para a conduta cristã vê o céu?

R: Essa pessoa seria infeliz no céu. Ela iria reclamar que não há discotecas, bebidas, material pornográfico, prostitutas, nenhuma música sensual, livros obscenos, palavrões, e nenhum jogo. O Céu seria um “inferno” para os que não formaram uma verdadeira relação de amor com Jesus. É por isso que os padrões cristãos não fazem sentido para eles (2 Coríntios 6:14-17).

18. Como posso adotar e seguir estas orientações da Bíblia sem parecer fariseu, julgador, ou legalista?

R: Tudo o que fazemos deve ser com um pensamento em mente: expressar o amor e estima por Jesus (1 João 3:22). Quando Jesus é exaltado e mostrado para as pessoas (João 12:32), elas serão atraídas para Ele. Nossa pergunta deve ser sempre: “Será que isso honra a Jesus? Será que eu escutaria isso, cantaria isso, faria isso, assistiria isso, beberia isso, compraria isso, leria isto, diria isso, ou iria lá, se Jesus estivesse aqui, pessoalmente, comigo?” Jesus está com você e comigo (Mateus 28:20), e Ele vê tudo que fazemos. Devo sentir a presença de Jesus em todas as facetas e atividades da vida. Quando eu conscientemente gasto tempo com Ele, eu serei como Ele (2 Coríntios 3:18). Então quando as pessoas estão comigo, elas reagirão como os discípulos no passado: “maravilharam-se e reconheceram que eles haviam estado com Jesus” (Atos 4:13). Os cristãos que viverem como estes nunca se tornarão farisaicos, julgadores, ou legalistas. Nos tempos do Antigo Testamento, o povo de Deus estava em apostasia quase constante, porque eles escolheram viver como seus vizinhos pagãos, em vez de seguirem o distintivo estilo de vida que Deus esboçou para eles (Deuteronômio 31:16; Juízes 2:17; 1 Crônicas 5:25; Ezequiel 23 : 30). Isso é verdade ainda hoje. Ninguém pode servir a dois senhores (Mateus 6:24). Aqueles que se agarram ao mundo e seu estilo de vida serão moldados por Satanás lentamente a adotarão os seus sentimentos e desejos e, portanto, serão programados para se perderem. Aqueles que seguem os princípios de Jesus para a conduta cristã serão transformados à Sua imagem e preparados para o céu. Não há meio termo.

Será que você ama tanto a Cristo a ponto de seguir Seus princípios para a vida cristã com alegria e prazer?