“Tarde e Manhã”

01/07/2007| sob o tema Sábado. por Elkeane Aragão

“O SÁBADO É DIFERENTE DOS SEIS DIAS DA SEMANA PORQUE NO GÊNESIS NÃO DIZ TARDE E MANHÔ

Impressionantemente, quando uma pessoa decide não aceitar a clareza bíblica da validade do Sábado, ela procurará “mil”coisas para questionar.

Bem, anote aí:

“Diferente dos outros seis, o sétimo dia da Criação não é designado como ‘tarde e manhã’. Alguns estudiosos querem defender que os seis dias correspondem a períodos de tempo e o sétimo não tinha limites fixos. Assim, sugerem que o Sá-bado é um tempo anterior à queda do homem, a ser restaurado quando pecado e pecadores não mais existissem.”

Isso omite três fatos importantes:

  1. O sétimo dia é chamado ‘um dia’ (yom, em hebraico; Gên. 2: 2), da mesma forma que os seis dias anteriores (Gên. 1:5-31).
  2. O último dia da semana da criação é chamado ‘o sétimo’.
  3. O quarto mandamento iguala os sete como parte iguais de uma semana (Êx. 20: 8-11). Portanto, o Sábado da Criação não foi um período de tempo extenso, da mesma forma que não o foram os demais seis dias da Criação.

“A palavra ‘dia’ (yom, em hebraico), sempre significa um dia de 24 horas, quando usada com o numeral (primeiro, segundo, terceiro, etc). Logo, Gênesis 1, fala da criação em seis dias literais.

“ O sentido da expressão ‘sétimo dia’ em Gênesis 2: 2 é o mesmo de quando aplicado aos seis dias anteriores. Diferente dos meses e anos, que são determinados pelo movimento da Lua em torno da Terra e pela Terra em torno do Sol, respectivamente, não há um fenômeno natural para determinar a semana. A origem da semana tem a ver com a Criação.” – Lição da Escola Sabatina, 4/8/96.

LEMBRE-SE:

O Sábado não é dos judeus. É do Senhor teu Deus.
O Sábado foi o primeiro dia inteiro que Adão e Eva viveram.
Se Jesus viesse para destruir o Sábado, Ele não o teria guardado. Lucas 4: 16.
Foi no Sábado que Jesus levantou-Se e, lendo o profeta Isaías, disse ser o Messias.
O Sábado, além de ser o marco de que Deus é o Criador, é o refúgio contra o stress. Neste dia deve-se deixar tudo para adorar a Deus.
Que sentido faz Jesus mandar orar 39 anos depois de Sua volta ao Céu (Mat. 24:20), se os discípulos não guardassem o Sábado?
Se Jesus fosse transferir o Sábado para o domingo, os discípulos não iriam com bálsamo e tristeza ao túmulo (Marcos 16:2); mas, com flores e muita alegria.

Texto: Lourenço Gonzales
 

 

Anterior

Próxima